Avião oficial de Gbagbo é retido em aeroporto na Suíça

O avião oficial da presidência da Costa do Marfim foi retido neste domingo em um aeroporto na Suíça, informaram autoridades francesas. A aeronave do presidente marfinense em fim de mandato, Laurent Gbagbo, foi retida no aeroporto de Basileia/Mulhouse, administrado em conjunto pela França e pela Suíça, disse Bernard Valero, funcionário do Ministério das Relações Exteriores da França.

AE, Agência Estado

26 de dezembro de 2010 | 18h16

A retenção, segundo Valero, foi feita a pedido do ex-primeiro-ministro Alassane Ouattara, declarado vencedor das recentes eleições presidenciais na Costa do Marfim. Gbagbo, que tentou a reeleição, recusa-se a ceder o poder, o que provoca uma crise política no país do oeste da África. "As autoridades legítimas (da Costa do Marfim) nos pediram para manter o avião em solo e o que estamos fazendo é simplesmente atender a esse pedido", disse Valero.

Greve

O partido do ex-primeiro-ministro marfinense Alassane Ouattara conclamou hoje todos os cidadãos da Costa do Marfim a iniciarem amanhã uma greve geral e só retornarem ao trabalho depois que Gbagbo renunciar ao poder.

Gbagbo recusa-se a ceder o poder a Ouattara mesmo depois de seu adversário ter sido declarado vitorioso na mais recente eleição presidencial no país do oeste africano. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.