Avião pousa em Bangcoc após tentativa de seqüestro

Segundo informações, homem se envolveu em uma briga e ameaçou tripulação com uma faca; ele foi preso

Efe,

08 de abril de 2008 | 04h01

Um avião da companhia Biman Bangladesh Airlines teve de fazer um pouso de emergência no velho aeroporto internacional de Bangcoc, depois que um homem tentou seqüestrar o aparelho. Segundo o chefe da Autoridade Aeroportuária do país, Chana U-sathaporn, o suposto seqüestrador já foi detido. Ele teria se envolvido em uma briga com um dos passageiros e ameaçou com uma faca a tripulação da aeronave. Ainda não se sabe como o homem conseguiu enganar os controles de segurança e entrar com a faca a bordo do vôo BG042, que partiu de Daca com destino a Kuala Lumpur, e tinha entre 40 e 70 passageiros. Ao considerar que podia perder o controle da situação, o piloto pediu permissão às 9h30 (23h30 de segunda-feira em Brasília) para aterrissar no aeroporto de Suvarnabhumi, inaugurado em 2006, mas a torre de controle lhe indicou que fosse ao de Don Mueang, cerca de 30 quilômetros ao norte de Bangcoc. Desde a entrada em funcionamento do moderno aeroporto de Suvarnabhumi, o de Don Mueang é utilizado apenas pelas companhias aéreas locais de baixo custo. As autoridades tailandesas identificaram o suspeito como Hassan Ali, de 40 anos, que foi detido logo após a aterrissagem. Segundo as autoridades locais, Ali, de nacionalidade indiana e residente na Malásia, sofre de problemas mentais e neste momento se encontra sob custódia do Departamento de Imigração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.