Avião sai da pista e colide na Índia; ao menos 160 morrem

Aeronave vinha de Dubai e pousava em cidade do sul do país; ministro fala em 'cinco ou seis' sobreviventes

estadão.com.br

21 Maio 2010 | 23h42

Número de mortos ainda não foi confirmado pela companhia aérea   

NOVA DÉLHI - Um avião saiu da pista quando aterrissava e colidiu na Índia nas primeiras horas deste sábado, 22. "Pelo menos 160 passageiros morreram no acidente", anunciou o ministro do Interior do Estado de Karnataka, V.S. Acharya. A imprensa local fala em ao menos 60 vítimas.

 

A aeronave, um Boeing 737-800, pertencia à Air India e vinha de Dubai, nos Emirados Árabes, com destino a Mangalore, no sul do país. Em entrevista à rede CNN, o ministro  afirmou que apenas "cinco ou seis pessoas" sobreviveram ao acidente. De acordo com o Times Of India, o Boeing levava 163 pessoas, 4 crianças e 6 tripulantes. 

Boeing 737-800 vinha de Dubai, Emirados Árabes, com destino a Mangalore, sul da Índia

Um policial do aeroporto de Mangalore disse à imprensa local que as condições de visibilidade eram ruins quando o avião escapou da pista, por volta das 6 da manhã (horário local).

 

Segundo funcionários do aeroporto, após sair da pista o avião bateu em uma cerca e se chocou com o solo, nos arredores do aeroporto. Em consequência do impacto, o aparelho se incendiou. De acordo com o ministro do Interior, o local do acidente seria a 10 quilômetros do aeroporto, que fica localizado próximo à uma região montanhosa.

 

No pior acidente aéreo da Índia, em 12 de novembro de 1996, um Boeing 747 das Linhas Aéreas Sauditas, com 349 passageiros, chocou-se no ar com um Ilyushin do Casaquistão, com 37 pessoas a bordo, perto de Nova Délhi. Todos morreram.

 

(Com informações da AP e Reuters)

Mais conteúdo sobre:
Índia acidente aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.