Avião teleguiado dos Estados Unidos mata 20 no Paquistão

Mísseis disparados por uma aeronave não tripulada dos Estados Unidos matou 13 militantes e sete civis na região paquistanesa do Waziristão do Norte nesta segunda-feira, disseram autoridades de inteligência do Paquistão.

REUTERS

23 de agosto de 2010 | 15h53

Segundo as fontes, os mísseis foram disparados contra um esconderijo de militantes. A maioria dos militantes mortos fazia parte do Taliban do Afeganistão. Quatro mulheres e três crianças também morreram.

"Os mísseis acertaram um complexo e uma casa dos militantes. Confirmamos 20 mortes", disse uma das autoridades de inteligência.

Outra fonte disse que membros da rede Haqqani, ligada à Al Qaeda e uma das forças militantes mais atuantes contra as tropas ocidentais no Afeganistão, estavam no local no momento do ataque.

Os Estados Unidos têm pressionado o Paquistão a combater os militantes do Taliban que cruzam a fronteira para atacar as forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) lideradas pelos Estados Unidos no Afeganistão.

Autoridades norte-americanas afirmam que os aviões teleguiados são uma arma altamente eficiente contra os militantes, mas as mortes de civis são motivo de críticas paquistanesas.

(Por Haji Mujtaba e Kamran Haider)

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOATAQUEMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.