Avião vai a São Tomé retirar turistas. Há brasileiros entre eles

Um jato português aterrissou esta manhã no aeroporto de São Tomé e Príncipe para retirar do pequeno país insular do oeste da África mais de 80 turistas, entre os quais há brasileiros, surpreendidos por um golpe militar. O jato, enviado por uma operadora de turismo portuguesa, deverá retirar da ilha 40 turistas portugueses e 42 estrangeiros - incluindo brasileiros, franceses e italianos. Nenhum dos turistas foi ferido durante o golpe de Estado que na quarta-feira colocou o pequeno país potencial produtor de petróleo sob o controle de tropas rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.