Aviões americanos atacam posições de defesa do Iraque

Aviões americanos atacaram hoje três posições da defesa aérea do Iraque na zona de exclusão aérea do sul do país, depois que aviões iraquianos violaram a área, informou o Comando Central dos Estados Unidos em sua página na Internet. O comando disse que os aviões usaram "armas guiadas de precisão" contra as três instalações em resposta às ameaças do Iraque". Não há informações sobre feridos. O Exército americano afirmou que atacou alvos em Al Kut, a 160 quilômetros a sudeste de Bagdá, e em Al Amarah, a 265 quilômetros a leste. Jatos americanos e da coalizão patrulham as zonas de exclusão ao sul e ao norte do Iraque desde o fim da guerra do Golfo Pérsico, em 1991, quando as tropas iraquianas foram expulsas do Kuwait. As zonas foram estabelecidas para impedir que o governo de Saddam Hussein ataque a minoria curda (no norte) e os muçulmanos xiitas (no sul).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.