Aviões americanos e britânicos atacam instalações iraquianas

Aviões americanos e britânicos bombardearam instalações do Iraque na zona de exclusão aérea do sul do país, informou um porta-voz militar iraquiano à agência oficial de notícias INA. Segundo a agência, que não informou sobre vítimas ou danos, o ataque ocorreu na manhã de hoje na província de Dhi Qar, a 350 quilômetros ao sul de Bagdá. O Exército americano confirmou o bombardeio.Um comunicado emitido pelo Comando Central dos Estados Unidos na Flórida afirma que aviões da coalizão ocidental responderam a um ataque do Iraque bombardeando com armas de precisão uma base de comunicações da defesa aérea.O porta-voz iraquiano, por sua vez, afirmou que os aviões bombardearam "instalações civis e de serviço". "Nossos heróicos mísseis e unidades antiaéreas dispararam contra os aviões, obrigando-os a fugir ao território do Kuwait", disse o porta-voz, sem fornecer mais detalhes.O ataque de hoje foi o 38º este ano perpetrado pela coalizão, que foi formada para patrulhar as zonas de exclusão estabelecidas no sul e no norte do Iraque depois da Guerra do Golfo, em 1991.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.