Aviões americanos e britânicos atacam norte do Iraque

Aviões de guerra americanos e britânicos atacaram instalações antiaéreas no norte do Iraque, depois de terem sido atacados, disseram fontes do Pentágono em Washington. O ataque é o segundo do mesmo tipo realizado pelas forças ocidentais em menos de 48 horas. Segundo as fontes, que pediram anonimato, os aviões aliados responderam com mísseis de precisão a "elementos do sistema de defesa antiaéreo" iraquiano na zona de exclusão do norte do país. Não houve um balanço imediato da operação, ocorrida a noroeste de Mosul. As fontes recordaram que na madrugada de sábado a patrulha aliada realizou outros ataques sobre o sul do Iraque, também na zona de exclusão aérea. Depois das incursões, os aviões aliados retornaram em segurança à sua base de Incirlik, na Turquia. As zonas de exclusão aérea sobre o norte e o sul do Iraque foram estabelecidas depois da Guerra do Golfo, em 1991, para proteger as minorias curda (norte) e xiita (sul). Desde o início deste ano, os aliados já realizaram 58 incursões sobre o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.