Aviões atacam instalação militar do Iraque

Aviões militares dos EUA e do Reino Unido bombardearam uma instalação do comando militar do Iraque dentro da "zona de exclusão" no sul do país. Este foi o 50º ataque aéreo da coalizão anti-Iraque neste ano. "Os ataques da coalizão nas ´zonas de exclusão´ são executados como medida de autodefesa, em reação a ameaças hostis e atos contra forças da coalizão e seus aviões", diz o comunicado do Comando Central dos EUA.O Iraque considera as patrulhas aéreas feitas pela coalizão sobre seu território como uma violação de sua soberania nacional. As "zonas de exclusão" foram estabelecidas no norte e no sul do Iraque após a Guerra do Golfo, em 1991, para impedir ações do regime de Saddam Hussein contra minorias étnicas ou religiosas (cursos no norte e xiitas no sul). Nessas áreas, a Força Aérea do Iraque não pode atuar. O ataque aéreo de hoje aconteceu na região de Al Kut, cerca de 160 km a sudoeste de Bagdá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.