AFP PHOTO / BEN STANSALL
AFP PHOTO / BEN STANSALL

Aviões de época relembram grande batalha da 2ª Guerra na Inglaterra; veja imagens

Modelos Spitfire, o caça mais utilizado pela Grã-Bretanha, e Hurricane estiveram entre os aviões de época que participaram da exibição aérea para relembrar o dia que entrou para a história como o 'Hardest Day'

O Estado de S. Paulo

18 de agosto de 2015 | 15h36

LONDRES - Dezenas de aviões da 2.ª Guerra sobrevoaram o sudeste da Inglaterra nesta terça-feira, 18, para comemorar o 75º aniversário do dia mais intenso da longa batalha aérea de 1940 entre a Força Aérea Britânica (RAF) e a Luftwaffe (força aérea alemã).

Cerca de 20 aviões Spitfire, o caça mais utilizado pela Grã-Bretanha e por outros países aliados durante a guerra, e seis aeronaves Hurricane, estiveram entre os aviões de época que participaram da exibição aérea para relembrar o dia que entrou para a história como o "Hardest Day" ("O dia mais difícil").

No antigo aeroporto militar de Beggin Hill, hoje um aeroporto comercial, foi realizada uma cerimônia em homenagem aos pilotos, engenheiros e militares que administraram as operações do Exército britânico em 18 de agosto de 1940.

Naquele dia, a aviação nazista enviou 927 missões contra a Grã-Bretanha, que foram repelidas com 850 voos britânicos. Ao todo, 137 aeronaves foram destruídas em um só dia (68 britânicas e 69 alemãs), o mais intenso de uma batalha que durou de julho a outubro.

Entre as mais de 3 mil pessoas que se reuniram hoje em Biggin Hill para contemplar a exibição, estava o piloto veterano Tony Pickering, que comandou um dos esquadrões que participaram da batalha aérea.

"Acho que nunca tive medo. Tinha de ir com cuidado para não ser muito destemido, não podia pensar que ia morrer com a aviação alemã", relembrou o antigo militar em entrevista à rede britânica BBC.

No decorrer da batalha para dominar o espaço aéreo de Grã-Bretanha, os britânicos perderam 1.023 aeronaves e a Alemanha 1.887, ataques nos quais morreram 544 pilotos britânicos e 2,5 mil militares da Luftwaffe, segundo os dados da RAF.

A atuação da RAF na Batalha da Inglaterra inspirou o então primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, a pronunciar a frase: "Nunca antes no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos". / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
2ª GuerraSpitfireHurricane

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.