Aviões etíopes atacam islâmicos em fuga na Somália

Dois caças etíopes dispararam mísseis contra combatentes islâmicos que fugiam da cidade somali de Buur Hakaba, tomada por forças do governo durante a madrugada, disseram testemunhas nesta terça-feira. "Eles atacaram fortemente nos últimos 30 minutos. Posso confirmar três mortos", contou um combatente islâmico. Este é o terceiro dia de ataques aéreos de aviões etíopes, que apóiam um governo somali interino, em uma guerra contra muçulmanos sediados em Mogadiscio. Milicianos islâmicos da Somália começaram nesta terça-feira a se retirar da frente de combate formada por causa da ofensiva realizada desde o domingo passado pela artilharia e a aviação etíope. As retiradas estão acontecendo em diferentes pontos da área de combate, que se estendia por 700 quilômetros ao longo da fronteira com a Etiópia. Uma semana de confrontos entre os islâmicos e o governo secular apoiado pela Etiópia virou uma guerra aberta que, segundo os dois lados, já matou centenas de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.