Aviões executivos podem ser próximo alvo de terroristas

Os pequenos aviões privados poderiam ser utilizados em atentados terroristas, obrigando à criação de um regulamento mais rígido na indústria aeronáutica, publica nesta terça-feira o periódico The Financial Times. A preocupação une especialistas em segurança e Lorde Carlile of Berriew, supervisor independente de políticas antiterroristas do governo britânico, acrescenta o jornal.Em recente análise da estratégia do governo no setor, Carlile afirmou que o risco de seqüestro de aviões de executivos "não é irreal". O analista observou que, mesmo não havendo provas de que esses aviões serão alvo de terroristas, o setor está preocupado.Sally Leivesley, representante do grupo Risk Analysis UK, autor de análises de risco para vários governos, manifestou também a sua preocupação. "Os pequenos aviões que estão no ar ou na pista representam um grande risco do tipo de terrorismo da Al-Qaeda, que utiliza táticas de surpresa", afirmou Leivesley.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.