Aviões explodiram com bombas no banheiro, diz jornal russo

O website do jornal russo Pravda, citando fontes ligadas à investigação da queda de dois aviões Tupolev no país nesta semana, informa que os especialistas estão convencidos de que ambos os aparelhos foram destruídos em ataques terroristas desfechados da mesma forma, com o uso de uma pequena bomba no banheiro. Segundo a investigação, os pilotos dos dois aviões emitiram sinais de alerta, sendo que um deles acionou o alarme de ?ataque no avião?. Os danos nos dois aviões são idênticos, de acordo com as informações obtidas pelo Pravda: ambos tiveram as caudas arrancadas em pleno ar. Além disso, nos dois vôos havia passageiras cujos parentes não procuraram as autoridades. Elas são as principais suspeitas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.