Aviões israelenses atacam edifícios palestinos

Caças israelenses atacaram instalações dos serviços de segurança palestinos no amanhecer desta terça-feira (horário de Israel), após uma série de ataques palestinos terem causado a morte de quatro israelenses e de três militantes palestinos, enquanto líderes israelenses se apressavam a discutir como lidar com o repentino aumento da violência.Caças israelenses F-16 destruíram dois prédios dos serviços de segurança palestinos na cidade de Rafah, na Faixa de Gaza, perto da fronteira com o Egito, afirmaram testemunhas. Quatro policiais palestinos ficaram feridos, nenhum deles com gravidade informaram os médicos.A Força Aérea israelense também atacou um posto policial palestino em Ramallah, na Cisjordânia. O Exército israelense afirmou que os ataques aéreos foram uma resposta aos "ataques assassinos" desfechados pelos palestinos.Os militares israelenses também bloquearam em três pontos diferentes da estrada principal na Faixa de Gaza, proibindo o tráfego palestino, informou uma declaração. Três dos mortos da violência desta segunda-feira eram palestinos armados com bombas ou pistolas, e três das vítimas israelenses estavam uniformizadas. Todos os ataques ocorreram em territórios sob controle israelense, mas reivindicados pelos palestinos, para sediar seu Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.