Aviões não tripulados dos EUA matam 39 pessoas no noroeste paquistanês

Ação ocorreu durante a noite na área de Datta Khel, próxima à fronteira com o Afeganistão

Efe,

07 de julho de 2012 | 05h42

ISLAMABAD - Pelo menos 39 pessoas morreram por bombardeios de aviões não tripulados americanos e em um ataque de homens armados no Paquistão, informou neste sábado, 7, a imprensa local. Segundo o canal de televisão "Dunya", pelo menos 21 pessoas morreram em bombardeios de aviões espiões dos Estados Unidos, que tinham como alvo uma casa que supostamente servia de refúgio a rebeldes na região tribal do Waziristão do Norte, no noroeste paquistanês.

 

A fonte, que não identificou as vítimas, precisou que o ataque ocorreu ontem à noite na área de Datta Khel, próxima à fronteira com o Afeganistão. Outras 18 pessoas morreram em um ataque de meia dúzia de desconhecidos armados também ontem à noite contra um ônibus de matrícula iraniana na região de Turbat, no sudoeste do Paquistão, de acordo com a cadeia televisiva "Geo".

 

O canal aponta que o veículo era ocupado por pessoas que pretendiam atravessar ilegalmente ao vizinho Irã. As autoridades indicaram que os agressores abriram fogo com armas automáticas à passagem do ônibus e que estão investigando o motivo do ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.