Aviões russos matam três pessoas na Georgia

Pelo menos três pessoas morreram na noite desta quinta-feira, após o bombardeio de aviões russos ao desfiladeiro de Pankisi, na Georgia, fronteira com a Chechênia, informaram fontes do ministério do Interior da Geórgia. Segundo o departamento de fronteiras, pelo menos quatro aviões russos entraram 50 km no espaço aéreo da Geórgia e bombardearam durante quarenta minutos vários lugares no desfiladeiro de Pankisi.O presidente georgiano, Eduard Shevardnadze, convocou uma reunião urgente do Conselho de Segurança da república depois de ser informado dos bombardeios. Moscou acusou em reiteradas ocasiões o Goveno de Tbilisi, capital do país, de abrigar grupos armados chechenos em seu território, acusações que foram negadas pelas autoridades georgianas.Em contrapartida, o ministério da Defesa da Rússia negou que aviões das Forças Aéreas da Rússia tenham bombardeado o território da Geórgia, antiga república soviética. "A aviação russa não efetuou nenhum vôo na zona da fronteira russo-georgiana", declarou o porta-voz das Forças Aéreas, coronel Alexandr Drobyshevski.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.