Avó de Obama votou antes de morrer

VOTO ESPECIAL

O Estadao de S.Paulo

05 de novembro de 2008 | 00h00

A avó do candidato democrata Barack Obama, Madelyn Dunham, pôde votar no neto antes de morrer, na segunda-feira, aos 86 anos, porque participou da votação antecipada. Segundo um porta-voz da campanha de Obama, o voto dela é válido. Madelyn teve um papel crucial na educação de Obama, passando para ele valores tradicionais americanos depois que a mãe do senador se casou pela segunda vez e foi morar no exterior. Ela morreu de câncer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.