Aznar queria bombas na Sérvia, diz Fidel

O líder cubano Fidel Castro acusou ontem o ex-primeiro ministro espanhol José María Aznar de sugerir que os meios de comunicação da Sérvia fossem bombardeados durante a guerra do Kosovo. A afirmação foi publicada no jornal oficial Juventud Rebelde, em que Fidel afirma ter a transcrição de uma conversa telefônica entre Aznar e um oficial americano, sugerindo o corte das comunicações como estratégia para vencer a guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.