B-52, B-1 e B-2 atacam juntos pela primeira vez

Pela primeira vez na história militar, o três mais poderosos bombardeiros - B-1, B-2 e B-52 - atacaram a mesma região ao mesmo tempo. O alvo foram ?objetivos do alto-comando do Iraque, em Bagdá?. Para atingir o Ministério da Informação, foi usado um míssil Tomahawk. Os mísseis são guiados pelo sistema Jdam, que usa os sinal dos satélites. Os B-52 são os mais velhos da frota norte-americana.A maioria dos aparelhos foi construída nos anos 50 - o último saiu da fábrica em 1962.Desde então, participaram de todos os conflitos em que os EUA se envolveram. Os B-1B Lancer são bombardeiros estratégicos, construído com a mais alta tecnologia.Seu formato e revestimento o deixa praticamente invisível aos radares.Este bambardeiro pode carregar e lançar até 24 bombas de precisão. Já os B-2A Spirit, também quase totalmente indectáveis pelos radares inimigos.Os aviões são conhecidos pelas suas ?asas de morcego? e podem atingir seus alvos com até 16 bombas.Veja o especial:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.