B-52 leva por engano 6 mísseis nucleares

Sem que ninguém percebesse, avião sobrevoou país com armas atômicas

NYT, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2006 | 00h00

Washington - O Pentágono abriu ontem uma investigação para saber como um bombardeiro B-52 voou 2.500 quilômetros sobre o território americano carregando mísseis nucleares sem que ninguém notasse a falta do armamento. No dia 30, funcionários da Base Aérea de Minot, em Dakota do Norte, carregaram os mísseis com seis ogivas, cada uma dez vezes mais potente que a bomba de Hiroshima, sem que existisse ordem para isso - os mísseis deveriam ser desativados e transportados em aviões de carga, e não sob as asas de um B-52. O avião viajou por três horas até uma base na Louisiana, onde a falha foi descoberta. Segundo o Pentágono, não houve risco de detonação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.