Baby Doc voltará para França na quinta-feira, diz diplomata francês

Ex-ditador, que chegou ao Haiti neste domingo, disse que foi ao país 'para ajudar'

AE, Agência Estado

17 de janeiro de 2011 | 17h00

PORTO PRÍNCIPE - O ex-ditador do Haiti, Jean Claude "Baby Doc" Duvalier - que retornou inesperadamente ao país após 25 anos no exílio - tem uma passagem de volta para a França marcada para quinta-feira, disse uma fonte diplomática francesa em Porto Príncipe à agência France Presse. Organizações de direitos humanos pedem que Baby Doc seja processado pela morte e tortura de milhares de haitianos entre 1971 e 1986, período em que esteve no poder.

Após chegar ao Haiti, ontem, Baby Doc, de 59 anos, declarou aos jornalistas no aeroporto que "eu vim para ajudar". O Haiti luta para se recuperar de um violento terremoto ocorrido há um ano e está no meio de um processo eleitoral presidencial, em que ainda é preciso haver o segundo turno. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
HaitiBaby DocretornoFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.