Bachelet chega a Tóquio para visita oficial de quatro dias

Objetivo é impulsionar as relações bilaterais entre Chile e Japão em nível comercial e cultural

Efe,

02 de setembro de 2007 | 05h20

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, chegou neste domingo, 2, a Tóquio. Bachelet fará uma visita oficial de quatro dias ao Japão na qual promulgará junto com o primeiro-ministro Shinzo Abe um Tratado de Livre-Comércio (TLC) entre os dois países. Bachelet aterrissou no aeroporto de Haneda, em Tóquio, às 15h35 (3h35 de Brasília), segundo fontes deste aeroporto japonês. O objetivo desta viagem é impulsionar as relações bilaterais entre Chile e Japão em nível comercial e cultural, assim como comemorar os 110 anos de relações entre os dois países, que começaram em 1897 com a assinatura do Tratado da Amizade, Comércio e Navegação. Está previsto que na segunda-feira a presidente chilena seja recebida em audiência pelo imperador Akihito. Posteriormente, ela deve assinar uma declaração com o primeiro-ministro do Japão para promulgar a entrada em vigor nesse mesmo dia do TLC. Na terça-feira, Bachelet se reunirá de manhã com vários responsáveis de entidades bancárias e agências de cooperação, e oferecerá um almoço às autoridades japonesas para promover a "Imagem País" do Chile. À tarde, assistirá à inauguração de uma estátua em Tóquio e se reunirá com a liga parlamentar amistosa entre Chile e Japão. A presidente do Chile viajará na próxima quarta-feira a Hiroshima, no oeste do país, par visitar o Parque da Paz, onde as vítimas da bomba atômica são lembradas. Michelle Bachelet deixará o Japão na quarta-feira à noite com destino à Austrália, onde assistirá à cúpula de líderes do Fórum de Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (Apec).

Tudo o que sabemos sobre:
Bacheletvisita oficialJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.