Bachelet falará com Chávez sobre críticas ao Senado chileno

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, viajou nesta segunda-feira, 16, à Venezuela para participar da Primeira Cúpula Energética Sul-americana e conversar com o mandatário venezuelano, Hugo Chávez, sobre as críticas do líder de esquerda ao Senado chileno. A viagem de Bachelet à Venezuela vem após uma polêmica desencadeada por recentes declarações de Chávez contra o Senado chileno por uma crítica realizada pela Casa sobre o término da concessão da transmissora Radio Caracas Televisión (RCTV). Antes de viajar à Venezuela, Bachelet reiterou seus comentários de sexta-feira pedindo respeito à Chávez, após ele ter provocado os parlamentares, que aprovaram um projeto no qual pedem que o governo chileno proteste, frente à Organização de Estados Americanos (OEA), contra o fim da concessão da RCTV. "O Chile quer reiterar que a relação com a Venezuela é uma relação histórica, baseada na amizade e respeito com desafios comuns e que esperamos reciprocidade neste aspectos", disse Bachelet a jornalistas. Antes de se reunir com Chávez, a presidente participará na cúpula energética, que abordará um sistema integrado para satisfazer as demandas da região. Após sua passagem pela Venezuela, a governante chilena realizará uma visita oficial à Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.