Bachelet toma posse no Chile

Presidente volta ao poder depois de ter governado o país entre 2006 e 2010

O Estado de S. Paulo,

11 de março de 2014 | 15h32

Michelle Bachelet tomou posse nesta terça-feira para o seu segundo mandato na Presidência do Chile, sucedendo ao conservador Sebastián Piñera. Ela já havia presidido o país entre 2006 e 2010. A senadora e escritora Isabel Allende, filha do ex-presidente Salvador Allende, colocou a faixa presidencial sobre o ombro de Bachelet ante o Congresso do Chile em Valparaíso.

A presidente, que pertence ao Partido Socialista do Chile, assume com a promessa de financiar a reforma da educação com tributos mais altos sobre corporações, melhorar o sistema de saúde, mudar a Constituição da época da ditadura para tornar o Congresso mais representativo e reduzir a diferença entre ricos e pobres.

Durante o seu primeiro mandato, Bachelet foi elogiada por liderar o Chile durante a crise econômica global. Embora o crescimento tenha perdido força e o desemprego aumentado no período, ela usou as reservas do governo para ajudar os chilenos mais pobres e tinha 84% de aprovação quando deixou o cargo. / AP

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
ChileMichelle Bachelet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.