Bactéria do antraz encontrada em envelope nas Bahamas

Um envelope contendo pó branco, recebido no posto de correio de Nassau, obteve resultado positivo no teste para a bactéria do antraz. Este seria o primeiro caso de atentado postal com antraz no Caribe. O envelope tinha como destinatário um endereço nas Bahamas e trazia um selo local, informou o comissário de polícia Paul Farquharson. Testes realizados num hospital de Nassau indicaram a presença de esporos do antraz, disse a principal autoridade de saúde do país, Merceline Dahl-Regis. O governo das Bahamas ainda espera uma confirmação do CDC, centro de combate a epidemias dos Estados Unidos. Nenhum dos dez funcionários da área onde a carta foi encontrada desenvolveu sintomas, e seus exames deram negativo. Não obstante, todos estão sob tratamento com antibióticos. A carta chamou atenção das autoridades na terça-feira, quando um funcionário notou pó branco vazando do envelope. Até agora, nove casos de antraz foram diagnosticados nos EUA, com uma morte. Cartas contaminadas foram detectadas no Quênia e na Argentina, ambas enviadas dos EUA. Nassau, a capital do arquipélago das Bahamas, fica a 300 quilômetros de Miami.

Agencia Estado,

21 Outubro 2001 | 23h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.