Bagdá estará cercada em 10 dias, diz ministro iraquiano

O ministro da Defesa do Iraque, Sultan Hachem Hamed, disse que, muito provavelmente, as forças anglo-americanas cercarão Bagdá dentro de um mínimo de cinco e um máximo de 10 dias. Ele garantiu, no entanto, que Bagdá é militarmente ?inconquistável?, e que as forças invasoras encontram-se ainda a 140 km da capital.Nos EUA, o secretário de Defesa Donald Rumsfeld afirmou que seu governo espera que a população xiita em Bagdá promova levantes contra o governo do presidente Saddam Hussein, o que evitaria a necessidade de as forças lideradas pelos EUA avançarem por terra na cidade de 5 milhões de habitantes.Em uma audiência no Senado, Rumsfeld foi perguntado sobre o que acontecerá quandos os milhares de soldados do Exército dos EUA que estão no sul de Bagdá conseguirem entrar na capital iraquiana.Rumsfeld declarou que as forças deveriam seguir o exemplo dos grupos britânicos em Basra, a segunda maior cidade do Iraque.As forças britânicas cercaram Basra por vários dias e estão combatendo os grupos leais a Saddam nos arredores da cidade, enquanto encorajam levantes xiitas internos.Rumsfeld observou que, a exemplo de Basra, há muitos xiitas na capital. "E eles não são aliados ao governo", disse. Segundo cálculos de Rumsfeld, metade da população de Bagdá é formada por xiitas. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.