Bahrein: Adolescente é morto durante protesto

Forças de segurança do Bahrein reprimiram nesta quinta-feira um novo protesto contra o governo e pelo menos um adolescente morreu, denunciaram ativistas.

AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2013 | 13h49

A repressão teve como alvo uma manifestação para marcar o segundo aniversário do início de uma onda de protestos contra a monarquia bareinita iniciada na esteira da chamada Primavera Árabe.

Um jovem de 16 anos foi morto pela polícia em Dih, um povoado a oeste de Manama, disse o ativista Yousef al-Muhafedha.

Por meio de nota, o governo do Bahrein anunciou a abertura de uma investigação do caso, mas não entrou em detalhes sobre o episódio.

A manifestação de hoje faz parte de uma série de protestos convocada para marcar os dois anos da revolta. Simultaneamente, facções xiitas e sunitas buscam um acordo em meio a um clima de desconfiança.

Desde fevereiro do ano retrasado, integrantes da comunidade xiita protestam sistematicamente para reivindicar mais direitos e liberdades civis.

Os xiitas representam a maioria da população do Bahrein, mas o país é controlado por uma minoria sunita. A repressão aos protestos ordenada pelo governo resultou na morte de pelo menos 55 de pessoas nos últimos dois anos.

A pequena nação insular situada no Golfo Pérsico tem grande importância geopolítica. O Bahrein sedia a Quinta Frota da Marinha dos EUA. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bahreinprotestomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.