Bahrein: explosão destrói ônibus perto de embaixada

Uma lata contendo um poderoso material explosivo foi detonada e destruiu a frente de um micro-ônibus perto da embaixada britânica na capital do Bahrein, no domingo, informou o Ministério do Interior. Não houve feridos.

Agência Estado

04 de dezembro de 2011 | 12h02

O porta-voz do ministério, Salah Salem, descreveu o material como "altamente explosivo" e disse que estão sendo realizadas análises. Autoridades não deram detalhes sobre possíveis suspeitos, mas a segurança foi fortalecida em todo o país durante as cerimônias anuais religiosas de muçulmanos xiitas.

A maioria xiita do Bahrein deu início a um levante em fevereiro para pedir maiores direitos junto aos governantes sunitas. Nos últimos dias alguns manifestantes aparentemente sunitas jogaram pedras contra procissões religiosas xiitas.

Salem explicou que a explosão arrancou uma das rodas do micro-ônibus e destruiu suas janelas em um estacionamento público que fica a cerca de 50 metros da embaixada britânica na capital, Manama.

Não ficou imediatamente claro se a proximidade com a embaixada era intencional. A explosão aconteceu menos de uma semana depois de uma multidão ter tomado a embaixada britânica e um complexo residencial para funcionários diplomáticos na capital do Irã, o que levou a Grã-Bretanha a retirar seus diplomatas do país e a expulsar de Londres enviados iranianos. As informações são da Associated Press. (Camila Moreira)

Tudo o que sabemos sobre:
BahreinexplosãoembaixadaReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.