Bala perdida mata menina colombiana

Uma menina de 12 anos que liderava um grupo infantil em favor da paz morreu com um tiro na cabeça, aparentemente devido a uma bala perdida, disseram, nesta segunda-feira, fontes policiais. Catherine Aguilera, líder do movimento "Crianças pela Paz", que promovia ações estudantis de respeito à vida e rejeição a todas as formas de violência, caminhava em companhia de seu pai e de um irmão mais velho por uma rua de Bogotá quando recebeu o disparo na cabeça. A menina acabava de deixar o edifício onde assistia semanalmente a aulas de inglês, informa nesta segunda o jornal El Tiempo, de Bogotá. "Era uma pessoa inocente. não entendo por que tem que acontecer uma coisa tão terrível com uma menina de apenas 12 anos", disse a El tiempo a mãe da vítima, Marlene Góez. A polícia disse que está realizando investigações e interrogatórios em várias casas de comércio da zona de Bogotá em que morreu Catherine, por suspeitar que o disparo partiu do interior de uma delas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.