AP
AP

Balonista chinês pousa em área marítima disputada com o Japão

Pouso forçado ocorreu perto de ilhas controladas pelo Japão e reivindicadas pela China

Junko Fujita , Reuters

02 de janeiro de 2014 | 09h05

Um chinês caiu literalmente no meio de uma disputa territorial entre as duas maiores potências asiáticas, fazendo um pouso forçado com seu balão perto de ilhas controladas pelo Japão e reivindicadas pela China.

A guarda costeira japonesa disse na quinta-feira que resgatou na quarta-feira o balonista, identificado como Xu Shuaijun, de 35 anos, no meio do mar, perto das ilhotas chamadas de Senkaku por Tóquio e de Diaoyu por Pequim.

A tentativa de pousar o balão colorido nas formações rochosas deverá ter pouca repercussão para os dois governos. A guarda costeira disse que entregou o homem a uma patrulha naval chinesa, na noite de quarta-feira.

Qin Gang, porta-voz da chancelaria chinesa, limitou-se a comentar que o incidente foi protagonizado por um "entusiasta do balonismo" que já foi entregue às autoridades chinesas e passa bem.

China e Japão tiveram diversos atritos nos últimos anos por causa das ilhotas desabitadas, cujo entorno é potencialmente rico em recursos naturais.

A frequente mobilização de caças militares na região leva analistas a temerem que qualquer erro de cálculo ou mal-entendido possa desencadear um confronto.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINABALONISTADISPUTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.