Balsa naufraga na Indonésia com cerca de 600 a bordo

Uma balsa indonésia que fazia a travessia entre Borneo e as ilhas Java naufragou com pelo menos 600 pessoas a bordo durante uma tempestade noturna, afirmaram autoridades neste sábado. Em relatos iniciais o número de pessoas a bordo variava de 500 a 850. O mar alto e o mau tempo dificultavam os esforços para resgatar sobreviventes neste sábado, mas até o fim da tarde 69 pessoas haviam sido encontradas, segundo Riyadi, chefe de operações do serviços de busca e resgate em Semarang, Java Central. De acordo com ele, a maioria dos sobreviventes está em um hospital, em Rembang. Nove pessoas ainda estão na ilha Bawean, 663 quilômetros a leste de Jacarta."Sou de Purworejo", disse o sobrevivente Cholid à rádio Elshinta do hospital em Rembang, para onde ele foi levado por pescadores que o encontraram. "Espero que eles achem minha filha". Antes do naufrágio, os tripulantes mandaram os passageiros colocarem coletes salva-vidas, disse ele, acrescentando que a embarcação estava fazendo água antes de naufragar, por volta da meia-noite.Toni Syaiful, porta-voz da Marinha na cidade de Surabaya, a leste de Java e ao sul do local do acidente, disse que deixou Kalimantan, no Borneo, na noite de sexta-feira e dirigiu-se a Semarang. Segundo ele, seis navios da Marinha, um helicóptero e um avião foram mobilizados para varrer a área do naufrágio, mas o clima está dificultando os trabalhos de resgate. "Há ondas altas, de cerca de dois a três metros, e também está chovendo". Com base nas passagens vendidas, Syaiful disse que a balsa transportava 542 passageiros e 63 tripulantes.Os barcos indonésios costumam transportar passageiros não registrados oficialmente. Barcos e balsas são um meio de transporte comum entre as 17 mil ilhas da Indonésia, onde as conexões marítimas são mais baratas e acessíveis do que as aéreas. No entanto, os padrões de segurança nem sempre são seguidos e, por isso, acidentes ocorrem com freqüência.Também continua o trabalho de resgate dos passageiros do barco que virou na quinta-feira. "Dos 51 passageiros, encontramos quatro corpos e 28 sobreviventes. Estamos procurando pelos outros 14", disse Abu Sopha Ibrahim, porta-voz da polícia de Sumatra do Sul.

Agencia Estado,

30 de dezembro de 2006 | 13h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.