Ban Ki-moon agradece libertação de militares britânicos

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, seu "agradecimento" pela libertação dos 15 militares britânicos e confia que estes incidentes não voltarão a se repetir no futuro, informam nesta quinta-feira, 5, as agências iranianas.Ban Ki-moon conversou na noite de quarta-feira, 4, por telefone com Ahmadinejad, e disse a ele que espera "o apoio e a ajuda do Irã para poder cumprir de forma apropriada" sua missão à frente das Nações Unidas, segundo a agência oficial Irna.O presidente iraniano qualificou o papel desempenhado pelo secretário-geral na resolução do conflito de "delicado" e "decisivo".Ahmadinejad explicou a Ban que, se as autoridades britânicas tivessem atuado de forma "mais prudente", a crise teria sido resolvida muito antes".Os 15 militares britânicos partiram nesta quinta-feira, às 8h38 locais (2h08 de Brasília) do aeroporto internacional de Teerã num vôo da British Airways com destino a Londres. Na quarta, o presidente iraniano disse que libertaria o grupo como "um presente" ao povo do Reino Unido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.