Ban Ki-moon critica ações de Israel contra palestinos

Para o secretário-geral da ONU é preciso observar violações de direitos humanos

Agencia Estado

21 Junho 2007 | 13h09

Para Ban Ki-moon, o secretário-geral da ONU, é preciso "considerar de forma igual todas as situações de possíveis violações de direitos humanos" no mundo, em referência às ações de Israel nos territórios palestinos.No comunicado divulgado na quarta-feira, 20, à noite no site da ONU, o secretário-geral, fez uma advertência a Cuba e Belarus, sem citar explicitamente os dois países.União Européia, Canadá e Estados Unidos também criticaram a citação específica da investigação das ações de Israel nos territórios palestinos.Ban também destacou a decisão de estabelecer "revisões periódicas" da situação dos Direitos Humanos no mundo todo. Para ele, foi "uma clara mensagem de que todos os países serão examinados, começando pelos membros do Conselho", que chegou a um acordo sobre a forma de avaliar a situação dos direitos humanos no mundo.As normas acordadas em Genebra, na terça-feira, 20, mencionam especificamente a manutenção das investigações sobre Israel e a retirada dos relatores especiais para Cuba e Belarus."O secretário-geral está decepcionado com a decisão do Conselho de destacar um assunto regional específico, devido ao alcance e à amplitude das acusações de violações de direitos humanos no mundo todo", expressou o documento publicado na web.

Mais conteúdo sobre:
ONUBan Ki-moonPalestinaIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.