Ban-ki Moon pede solução pacífica para crise paraguaia

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) expressou preocupação sobre a deposição do presidente paraguaio Fernando Lugo e disse que apoia os esforços de mediação dos líderes regionais.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2012 | 16h41

"O secretário-geral acompanha de perto e com preocupação os eventos recentes no Paraguai que culminaram na remoção do cargo" de Lugo, disse o porta-voz da ONU, Martin Nesirky.

"Ele percebe a preocupação expressada pelos líderes regionais sobre o processo de impeachment e suas implicações para a democracia do país", acrescentou Nesirky, que declarou que Ban saudou a missão de esclarecimento dos fatos da Organização dos Estados Americanos (OEA).

"O secretário-geral pede a todos os envolvidos que trabalhem nos próximos dias para assegurar uma solução pacífica para as diferenças", disse o porta-voz.

Lugo foi deposto na semana passada por sua atuação num episódio de disputa de terras que terminou com a morte de 17 pessoas. Sua apelação à Suprema Corte do Paraguai foi rejeitada, mas outros presidentes latino-americanos se reúnem na sexta-feira para discutir o caso. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
ONUParaguaiBan-Ki MoonLugo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.