Banco chinês de "esperma inteligente" procura doadores

O primeiro banco de "esperma inteligente" da China, que aceita apenas material de doadores com alto grau de instrução, afirmou possuir 400 mulheres numa lista de espera por fertilização. Na outra ponta, desde que foi aberto, em 1999, apenas 20 doadores foram catalogados. Segundo os responsáveis pelo centro, localizado na cidade de Chengdu, no sudoeste chinês, as exigências inibem os candidatos: os doadores devem possuir qualificações compatíveis às de professores universitários, em um processo de seleção que pode levar até seis meses. "Os doadores em potencial são geralmente homens ocupados", disse Huang Ping, um dos diretores do banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.