Banco grego descobre euros falsos

Um homem de negócios foi preso depois de depositar 125 notas falsas de 200 euros num banco do norte da Grécia, informou a polícia. Este foi o primeiro caso registrado na Grécia envolvendo notas de denominação alta, normalmente evitadas pelos falsários, pois contêm medidas de segurança avançadas.A polícia disse que o acusado, de 47 anos -seu nome não foi divulgado - foi detido e dois de seus sócios, interrogados. Todos os três negaram ter conhecimento de que o dinheiro era falso. Autoridades que examinaram as notas descreveram-nas como "sofisticadas".O euro é atraente para os falsários porque circula em doze países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Finlândia, Espanha, França, Grécia, Holanda, Luxemburgo, Portugal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.