Banco Mundial diz que Iraque precisará de US$ 55 bi

Segundo um estudo do Banco Mundial (Bird), o Iraque necessitará de US$ 55 bilhões em ajuda externa para financiar a reconstrução até que o setor petrolífero volte a funcionar a toda carga, informou uma fonte do alto escalão do governo americano. De acordo com o estudo, serão necessários US$ 19 bilhões para criar uma força armada, reativar a produção de petróleo e retomar as exportações, e outros US$ 36 bilhões para o setor de infra-estrutura. O cálculo foi feito em conjunto pelo Bird, as Nações Unidas e o FMI.Dentro de duas semanas, estas organizações e cerca de 70 nações vão se reunir em Madri para uma conferência de doadores. A fonte do governo americano minimizou os informes de que a conferência de doadores, convocada para 23 e 24 de outubro, será postergada devido à dificuldade de Washington em aprovar uma nova resolução no Conselho de Segurança da ONU sobre o Iraque. A fonte assegurou que a conferência será realizada na data estabelecida.O cálculo de US$ 55 bilhões coincide com o do governo do presidente George W. Bush, que estimou entre US$ 50 bilhões e US$ 75 bilhões o custo de recuperar o país no pós-guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.