Banco privado compra Stanford Bank na Venezuela

O Banco Nacional de Crédito (BNC), uma instituição financeira privada da Venezuela, ganhou ontem, em leilão, o direito de comprar a filial nacional do Stanford Bank por US$ 111 milhões. O Stanford Bank estava sob intervenção estatal desde 18 de fevereiro. A intervenção foi realizada depois que o magnata americano Allen Stanford e três de suas empresas foram acusados pelo órgão de regulamentação do mercado dos EUA de montar um "golpe da pirâmide" com um valor que chegou a US$ 8 bilhões e afetou centenas de investidores na América Latina. O BNC diz que não haverá demissões no Stanford Bank. Seu presidente, José María Nogueroles, promete devolver os depósitos dos correntistas que quiserem fechar suas contas depois que o negócio for formalizado. As autoridades venezuelanas queriam vender o Stanford Bank o quanto antes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.