Bancos internacionais negociam comprar bônus argentinos

Entre os bancos estariam JPMorgan, Citibank e HSBC, que não quiseram comentar o assunto

AE, Estadão Conteúdo

04 de agosto de 2014 | 16h44

Vários bancos internacionais estão em negociações para ajudar a dar fim à batalha judicial que levou a Argentina para o segundo default em 13 anos. Segundo informações da imprensa argentina, os bancos estão avaliando comprar alguns bônus argentinos atualmente em mãos de investidores norte-americanos que exigem um pagamento maior que o oferecido pelo país.

Entre os bancos estariam JPMorgan, Citibank e HSBC, que não quiseram comentar o assunto. O Deutsche Bank também estaria envolvido nas negociações, mas não respondeu ao pedido de comentário.

A batalha com esses credores em um tribunal dos EUA levou o juiz local a bloquear os pagamentos de juros a outros detentores de bônus, provocando o default em 30 de julho. Uma ajuda dos bancos permitiria que a Argentina saísse do default antes de se aprofundar em uma recessão econômica. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Argentinadívidabancosdefaulttribunal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.