Bancos operam em NY, mas com equipe reduzida

Diante da dificuldade de investidores e traders chegarem a seus escritórios nesta sexta-feira, em Nova York, por causa da interrupção de parte dos serviços dos transportes em consequência do blecaute, é provável que alguns negócios sejam comandados a partir das mesas de Londres, dizem observadores. O porta-voz do departamento de transportes de Nova York informou por volta das 9 horas da manhã (de Brasília) que o metrô permanecerá fechado nas próximas seis a oito horas, até que a eletricidade esteja totalmente restaurada. De acordo com o site CBS MarketWatch, alguns dos maiores bancos de Nova York informaram estar operando, mas com equipe reduzida. Nos horários normais Um porta-voz da New York Mercantile Exchange (Nymex), a bolsa que negocia contratos futuros e opções de energia, como petróleo e derivados, informou que o pregão viva-voz deve abrir normalmente. As transações com metais devem começar no horário habitual das 10 horas (de Brasília). Os negócios com futuros de petróleo devem ser iniciados às 11h, também no horário normal. Os negócios na International Peroleum Exchange (IPE) voltaram a funcionar após terem sido interrompidos para um treinamento rotineiro de combate a incêndio, segundo a direção do pregão. Os negócios ficaram suspensos das 7h30 até as 8h20 (de Brasília). As informações são da Dow Jones. Para ler sobre o blecaute: Energia elétrica falha nos EUA e no CanadáSobrecarga pode ter causado o blecauteBlecaute afeta quatro grandes aeroportosEste é mais um de uma longa série de blecautesPara o FBI, blecaute foi "evento natural", diz fonteEm meio ao blecaute, prefeito pede cuidado com o calorNosso repórter conta como estão as ruas de Nova YorkQuatro reatores nucleares fechados pelo blecaute nos EUABlecaute faz Nova York lembrar 11 de setembroRaio foi a causa do blecaute, dizem autoridades

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.