Bancos responderão a junta socialista

O ministro venezuelano das Finanças, Rodrigo Cabezas, anunciou ontem que todos os bancos públicos do país deverão ser subordinados a uma "associação socialista". Segundo Cabezas, o objetivo da mudança seria criar um sistema bancário público que "esteja a serviço do processo revolucionário" liderado pelo presidente Hugo Chávez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.