Bancos Unicaja e Caja España anunciam fusão

Os bancos de poupança espanhóis Unicaja e Caja España chegaram a um acordo para fundir suas operações depois de o governo da Espanha ter exigido que os bancos locais aumentem substancialmente as provisões para cobrir exposição a ativos imobiliários tóxicos.

AE, Agência Estado

17 de março de 2012 | 09h14

A fusão, pela qual o Banco Caja España-Duero (Banco Ceiss) será efetivamente absorvido pelo Unicaja Banco, criará uma instituição financeira com cerca de ? 80 bilhões (US$ 104,9 bilhões) em ativos totais e faturamento de ? 120 bilhões, segundo um comunicado conjunto divulgado na sexta-feira.

O acordo, que depende da aprovação do Ministério das Finanças e banco central espanhóis, exigirá uma ajuda oficial de ? 850 milhões, além dos ? 525 milhões que já foram injetados no Caja España pelo fundo de reestruturação do Banco da Espanha, o BC do país. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhabancosfusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.