Bank of America reduz sua exposição à Rússia

O Bank of America está reduzindo sua exposição à Rússia em meio à crescente tensão política na região.

Agência Estado

29 Julho 2014 | 20h00

Segundo a instituição, sua exposição líquida à Rússia foi reduzida em mais de 40%, para US$ 3,94 bilhões, de US$ 6,72 bilhões no final de dezembro e de US$ 5,21 bilhões no final de março. O banco ressalta que sua exposição à Rússia está concentrada em empresas de petróleo e gás e em bancos comerciais. Na Ucrânia, de acordo com a instituição, sua exposição é "mínima".

Hoje, os EUA e a União Europeia aprovaram mais sanções econômicas à Rússia, que atingirão bancos e a indústria do petróleo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.