Bankia: recurso do governo é tratado como investimento

Madri, 27 - O presidente do banco espanhol Bankia, Jose Ignacio Goirigolzarri, afirmou, neste domingo, que a ajuda do governo da Espanha de 23,5 bilhões de euros será tratada como um investimento para gerar lucro para o Estado, e não como um empréstimo.

Agência Estado

27 Maio 2012 | 11h07

Em nota divulgada neste domingo, o executivo tenta, segundo a Dow Jones, dar garantia aos mercados depois de dizer, no sábado, que o banco "...não precisava falar sobre devolver nada". Ele disse que a responsabilidade do Bankia não é devolver aquele capital mas "gerar valor e lucros a partir daquela contribuição".

O Bankia possui cerca de 32 bilhões de euros em ativos tóxicos em sua carteira de empréstimos para o setor imobiliário, realizados antes da bolha estourar. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Espanha bancos crise

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.