Bar de São Francisco proíbe uso do Google Glass

O bar The Willows, na cidade californiana de São Francisco, proibiu seus frequentadores de usarem o Google Glass por temer que o dispositivo seja usado para gravar seus clientes.

AE, Agência Estado

05 de março de 2014 | 16h41

Trista Bernasconi, coproprietária do Willows, disse à emissora KCBS que não quer ver seus clientes preocupados com essa possibilidade.

O bar situa-se em um bairro altamente tecnológico da cidade. Na porta, os frequentadores são orientados a tirar o Google Glass antes de entrar.

A decisão ocorre depois de uma mulher ter dado queixa na polícia após uma discussão em outro bar iniciada porque outros clientes acharam que ela estivesse usando seu Google Glass para filmar o local.

O Google Glass não se encontra à venda, mas a Google distribuiu alguns dispositivos para a realização de testes e o desenvolvimento de aplicativos. Entre outras funções, o Google Glass é capaz de gravar o que estiver em seu campo de visão. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.