Gary Cameron/Reuters
Gary Cameron/Reuters

Barack Obama se reúne com premiê britânico na Casa Branca

Encontro ocorre em momento em que países se esforçam por manter a unidade na discussão de assuntos polêmicos

14 de março de 2012 | 11h54

WASHINGTON - Durante cerimônia na Casa Branca para receber o primeiro-ministro britânico, David Cameron, nesta quarta-feira, 14, o presidente dos Estados Unidos disse que "as relações entre os países estão mais fortes do que nunca e baseadas em objetivos e ideais em comum".

 

Durante o discurso, Obama fez somente referências indiretas sobre os principais problemas mundiais que serão discutidos com Cameron, entre eles o programa nuclear iraniano. "A população deve viver sem medo (...) Por isso, nos uniremos na defesa dos nossos países e lutaremos contra os que desejam aterrorizar nossas sociedades com armas perigosas", disse o presidente.

 

A Casa Branca recebeu Cameron com toda pompa, em um momento em que os dois países se esforçam por manter a unidade na discussão de assuntos polêmicos relacionados ao Irã, Síria e Afeganistão. "Hoje, renovamos nossa aliança", afirmou Obama.

 

Já com relação ao crescimento da China e a outros países emergentes, Cameron disse que EUA e Grã Bretanha seguirão com a mesma estratégia. "O mundo muda mais rápido do que antes, porém a aliança entre nossas nações seguirá a mesma", disse.

 

As informações são da Associated Press.

 
Tudo o que sabemos sobre:
Casa BrancaCameronObamaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.