Barak enfrentará Sharon

Está decidido: o primeiro-ministro de Israel, Ehud Barak, enfrentará seu desafiante e líder nas pesquisas de opinião Ariel Sharon nas eleições da próxima terça-feira, após ter expirado o prazo final de meia-noite local (20h pelo horário brasileiro de verão) para que os partidos mudassem seus candidatos. O fim do prazo retirou um grande peso das costas de Barak - a virtual candidatura do ex-estadista e atual ministro da Cooperação Regional, Shimon Peres, pelo Partido Trabalhista. Pelo fato de Barak ter passado a maior parte do tempo com uma desvantagem de dois dígitos com relação a Sharon nas pesquisas de opinião, políticos e analistas locais especulavam que Barak deveria abrir caminho para Peres disputar as eleições como candidato do campo da paz. De acordo com a legislação israelense, um postulante pode ceder o lugar a outro do mesmo partido até quatro dias antes da eleição. "Ninguém ousou aproximar-se de mim para me pedir isso, e fez muito bem", afirmou o chefe de governo em entrevista a uma emissora de televisão israelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.