Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Barak exige concessões de Sharon

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Barak, e o Partido Trabalhista exigiram que o primeiro-ministro eleito, Ariel Sharon, adote uma postura de concessões para com os palestinos, como condição para o ingresso dos trabalhistas no novo governo. Mas Barak também afirmou que as ofertas que vinha fazendo aos palestinos não são mais válidas, e não representam um compromisso do futuro governo.Sharon e Barak encontraram-se neste domingo pela segunda vez em três dias, para conversações em torno da formação de um governo de coalizão. O estadista Shimon Peres, decano do Partido Trabalhista, levantou a possibilidade de um governo compartilhado em meio a meio. Peres, ideólogo do primeiro e histórico acordo de paz com os palestinos, em 1993, disse que só aceitaria dividir o governo se fosse indicado ministro das Relações Exteriores.?Se eu puder contribuir para a paz, farei parte?, Peres disse em entrevista a uma rádio. ?Se não, não?.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2001 | 22h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.