Barak reconhece derrota

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Barak, reconheceu a vitória de Ariel Sharon logo depois da divulgação das primeiras pesquisas de boca-de-urna, que indicavam uma vitória avassaladora do candidato opositor. Falando com a voz embargada, Barak afirmou também que deixará o cargo de líder do Partido Trabalhista e renunciará à sua cadeira no Parlamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.