Josep Lago/AFP - 6/7/2020
Josep Lago/AFP - 6/7/2020

Barcelona retoma isolamento social após novos casos de covid-19

Região turística registrou 733 novos casos da doença na semana passada, mais que o dobro da semana anterior

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2020 | 08h38

BARCELONA - O isolamento social voltou em Barcelona. A cidade, que havia flexibilizado as medidas restritivas de confinamento, teve que dar um passo atrás após registrar um aumento considerável no número de casos do novo coronavírus.

Autoridades catalãs pediram nesta sexta-feira, 17, que os moradores da cidade fiquem em casa e só saiam se for imprescindível, para que o vírus não volte a se espalhar. A recomendação foi feita a quase 4 milhões de pessoas, incluindo, além da cidade, regiões periféricas.

"Nos vemos obrigados a dar um passo atrás para conseguir não ter que voltar ao confinamento total da população nas próximas semanas", declarou Meritxell Budó, porta-voz do governo Catalão, que também pediu que os cidadãos não vão para suas residências secundárias, na praia, em meio a temporada de verão.

Entre as medidas adotadas estão a proibição de reuniões com mais de 10 pessoas, a redução da capacidade de bares e restaurantes em 50% e o fechamento de espaços de lazer, como teatros, cinemas e instalações esportivas. Também é obrigatório o uso de máscara, sob pena de multa. As medidas devem durar, inicialmente, duas semanas.

A Espanha tinha posto fim a regras severas de isolamento social, depois de ter reduzido o número de casos da doença. No entanto, menos de um mês depois de flexibilizar o confinamento, volta a observar uma aceleração dos casos. As regiões mais preocupantes atualmente são Catalunha e Aragão.

Em Barcelona, polo turístico da Espanha, foram registrados 733 casos de covid-19 na última semana. O número é muito superior aos 279 casos confirmados na semana anterior.

A Espanha é um dos países europeus mais afetados pela pandemia, com mais de 28.400 mortos notificados oficialmente./ AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.